Paula Menezes

Paula MenezesEu sempre pratiquei esportes, seja por vontade própria ou obrigada pelos meus pais. Lembro que eu podia escolher fazer qualquer esporte, mas não podia ficar sem fazer nada. Esta conduta deles foi ótima, pois, além de eu ter navegado em diversas modalidades, me trouxe auto‐confiança e uma verdadeira paixão por qualquer tipo de exercício físico.

Conforme fui crescendo, a falta de tempo me afastou das modalidades coletivas e me fez optar por esportes individuais, como a corrida. Apesar de nunca ter levado tão a sério este esporte, sempre que precisava fazer algum exerício e estava sem tempo, eu procurava a esteira.

Em 2014, ano do meu casamento, eu resolvi entrar para um grupo de corredores (o qual uma das pessoas do time, Marina, já participava) para entrar em forma. Eu realmente não entrei com nenhum outro objetivo, a não ser este. rsrs Neste mesmo ano, em Indianapolis, eu conheci o Team Phenomenal Hope e fiquei completamente apaixonada e impressionada com aquilo e sonhando, ainda sem saber o quê e como, em fazer algo similar no Brasil.

No começo de 2015, eu estava em Guadalajara, no México, num evento de HP, e comentei com a Gerente Internacional da PHAssociation, Julia, que tinha ficado encantada com o Team Phenomenal e que gostaria de fazer algo similar no Brasil. Indaguei‐a se ela achava que o time original nos suportaria de alguma forma. Imediatamente ela me colocou em contato com a Dra. Patricia George e hoje estamos aqui, com o nosso Team Phenomenal Hope Brasil.

Eu sabia que a dedicação aos treinos limitaria a minha vida pessoal, e tinha receio do que o marido ia achar desta nova loucura. A feliz surpresa que tive foi que ele mesmo quis entrar para o time. Simplesmente não há melhor combinação para mim: lutar pela HP ao lado do meu amor.